domingo, 4 de outubro de 2009

Os livros na estante verde


com capas marrons e páginas amareladas pelo passar dos anos
Moby Dick, Monteiro Lobato, Poetas
Foi essa uma das melhores e mais apreciadas memórias que meu pai me deixou
Nos poucos anos que tive com ele quando criança
Livro para mim é mais do que escrita...
É toque, é cheiro, é lembrança boa que nem bolo de casa de vó
Meu pai se foi deixando de presente para mim uma paixão imensurável por livros
Novos, antigos, emprestados, usados
E toda essa saudade por sua existência voltou
Quando de surpresa Mari notou com extrema alegria
Em cima do aparador da sala
As rosas recém chegadas do supermercado
Flores frescas sempre foram uma das minhas paixões
Como se a natureza deixasse-nos por em casa
Um pouquinho de toda a beleza que lá fora vive
Rosas mmamãe que lindas!
Quer cheirar? Cuidado com os espinhos!
Simm, Simmm...Gostoso...
Acho que os livros do meu pai serão as minhas rosas para minha pequena
Pois é isto que fica....Sim !
Nossas paixões nossos hábitos que as vezes nem queremos que sejam imitados
São o que realmente deixamos de herança para nossos filhos,
E quando a saudade mais aperta são eles que nos fazem realmente nos reconectar
com aqueles que para sempre amaremos

XX
CRIS

2 comentários:

Raquel Daroda disse...

Criiiis...saudadeee!!!
Hoje não foi um dia muito bom...e eu vim correndo aqui buscar razões para tornar minha noite melhor...estava vendo teu livro, pensando na vida, nos pequenos detalhes, nos pequenos recados, nas pequenas lições...e chegando aqui encontro aqui esse texto cheeeeio de emoção e sentimento...
...apesar da distância e tudo mais...tu és uma dessas rosas na minha vida...de alguma maneira vai ficar pra sempre...
Beijos e boa semaninha!

Adri disse...

Cris....me emocionei com teu texto...sempre carregado de sentimento e sensibilidade! bjssssssss